Marketing Digital para divulgar o seu hotel na internet

A internet tornou-se um campo muito propício para a divulgação dos mais variados negócios. O marketing digital é o aliado perfeito para quem deseja crescer comercialmente, potencializar vendas e, até mesmo, conquistar novos públicos. E não seria diferente no setor hoteleiro.

Hoje em dia, muitas pessoas buscam por opções de hospedagem diretamente em sites. Em geral, 65% das pessoas que viajam a lazer e 69% que viajam a trabalho começam o planejamento com pesquisas online.

Por conta disso, os hotéis não podem ficar de fora do avanço da internet e do marketing digital. 

É necessário adaptar-se às demandas dos consumidores online e, dessa maneira, implementar estratégias assertivas para a comercialização do serviço.

A preferência pela compra online

De fato, as maiores redes hoteleiras, bem como os grandes hotéis do mundo, já estão presentes na internet. Afinal, temos mais de 181 milhões de usuários conectados só no Brasil. 

Além disso, mais de 74% das pessoas preferem comprar produtos e/ou serviços online, segundo levantamentos.

Ora, é muito mais fácil encontrar várias opções navegando em águas digitais. Por exemplo, imagine que você precisa de um serviço de restauração de mármore para a sua casa, mas não conhece nenhum prestador na cidade. Você pode usar a internet para uma busca rápida e, assim, conhecer os principais profissionais da área.

O mesmo ocorre no setor hoteleiro. Ao escolher um destino de viagem, muitas vezes não temos conhecimento sobre os melhores hotéis da região. 

Sendo assim, a internet pode ajudar – e muito! – no encontro de redes hoteleiras, hospedagens, além de uma infinidade de opções de diárias.

Mas, afinal, o que é marketing digital hoteleiro?

O marketing digital hoteleiro nada mais é que um conjunto de planejamentos, estratégias e ações online executadas por um hotel, pousada, hostel, albergue ou qualquer tipo de estabelecimento de hospitalidade, com o objetivo de atrair novos hóspedes, criar um bom relacionamento com os clientes e divulgar a marca.

Resumidamente, podemos dizer que o marketing digital hoteleiro agrega os mais variados esforços de publicidade, atendimento, vendas e relacionamento em um ambiente online. 

Dessa forma, é possível comunicar-se com o público de maneira mais direta e personalizada.

O marketing digital oferece a possibilidade de conversar com os usuários entregando-lhes exatamente aquilo que procuram. 

Ou seja, se um hóspede deseja fazer reserva em um hotel com porteiro remoto, para ter mais segurança, é possível procurar por esse tipo de hospedaria especificamente, com apenas algumas buscas na internet.

Por esse motivo, é importante que as redes de hospedagem saibam com quem estão falando e, mais do que isso, evidenciem os diferenciais do estabelecimento. 

7 dicas para divulgar o seu hotel na internet

O marketing digital hoteleiro é visto como um grande quebra-cabeças. As peças precisam se encaixar perfeitamente para atingir os objetivos propostos e, assim, formar um desenho completo – que se traduz em sucesso para a rede de hospedagem.

No entanto, algumas dicas simples podem te ajudar a implementar o marketing digital focado nesse segmento, de forma eficaz e, assim, tornar-se cada vez mais presente no ambiente virtual.

1. Elabore metas para o seu serviço

Imagine que um fornecedor de grama comece uma estratégia online de divulgação, mas não possui nenhuma meta ou objetivo definido. 

Pode ser que a ação tenha resultados, no entanto, eles serão dispersos e pouco mensuráveis. É aquele famoso ditado de “atirar para todos os lados e ver se acerta alguma coisa”.

No marketing digital hoteleiro, esse tipo de pensamento pode ser um empecilho. Por conta disso, o melhor é elaborar metas bem definidas, de acordo com as necessidades do seu negócio.

Busque responder às seguintes perguntas:

  • O que meu negócio precisa para crescer?
  • O meu lucro está sendo suficiente?
  • Tenho um bom relacionamento com meus clientes?
  • As pessoas reconhecem o meu hotel?

Para ter mais clareza na hora de elaborar metas, você pode consultar os relatórios do ano anterior, percebendo os meses do ano de alta temporada, como foi o faturamento da hospedagem, quais as principais reclamações dos clientes, entre outros.

2. Tenha um website da sua hospedaria

Depois de definir as principais metas e objetivos, está na hora de colocar a mão na massa!

O primeiro passo é criar um website para a sua hospedaria. Mesmo que o estabelecimento já esteja presente em algum canal de reservas online, o site ainda tem destaque perante essas plataformas.

Cerca de 52% dos usuários de canais de reservas online procuram o site do hotel antes de fazer a reserva. 

Fora que 76% das pessoas que encontram a hospedagem por meio de redes sociais clicam no link do website, para tentar contato direto.

Ter um site é a garantia de credibilidade do hotel. Não é a toa que 1 a cada 4 usuários prefere reservar hospedagem direto por lá.

Um bom site é responsável por influenciar a decisão de compra do usuário, ainda mais quando entrega uma boa experiência para o hóspede. 

Além disso, é preciso entender que os websites não são apenas espaços com informações sobre o seu hotel, com o objetivo de promover a marca, mas sim, é parte do serviço que você entrega. 

Ou seja, os usuários buscam por sites com a intenção de conhecer detalhes sobre o estabelecimento, visualizar o ambiente e escolher a melhor hospedagem. 

Como consequência, se o usuário não encontrar o que procura no site, tendo uma experiência negativa, ele pode achar que a hospedaria também não oferece um bom serviço.

Por exemplo, uma pessoa pode gostar de ver fotos da instalação de elevadores em prédios antigos, no caso de hotéis mais velhos na cidade. É uma forma de demonstrar que a hospedaria se modernizou, sem perder a essência.

Sendo assim, invista em fotos bem feitas da ambientação do local, busque enfatizar os diferenciais da hospedagem, além de oferecer diversas opções de diárias. 

Tenha boas imagens e evidencie os lugares de descanso do hotel, como uma foto da iluminação para piscina de alvenaria, das áreas em comuns, etc.

Outra dica é importante é ter um espaço para reservas diretamente no site do hotel, facilitando a aquisição do serviço pelo usuário.

3. Esteja presente no Google com um blog

O Google é o grande gênio a internet. São mais de 100 bilhões de pesquisas diárias, de acordo com o Google Trends, incluindo buscas por lugares e estabelecimentos de hospedagens. 

Em média, 41% das pesquisas sobre lugares são feitas no Google, resultando em visitas ou reservas em hotéis.

O seu hotel pode optar por estratégias simples, como o SEO (Search Engine Optimization), que nada mais é que a otimização de conteúdo para os buscadores. 

Na prática, significa o uso de uma série de palavras-chave, com grande incidência de pesquisa no Google, resultando no direcionamento do cliente para o seu site. 

Por exemplo, ao procurar por sonorização de ambientes residenciais, uma empresa de automação residencial pode utilizar o termo, criar um conteúdo e, assim, mostrar-se presente no Google.

Para isso, basta criar um blog, aliado ao seu website, onde você poderá postar conteúdo periodicamente, com textos informativos e com técnicas de SEO. Desse modo, as chances de você aparecer no Google são muito maiores.

E o melhor de tudo: ao investir em SEO, você não paga nada por isso! É uma boa maneira de ter um bom retorno sobre investimento com marketing digital.

4. Valorize os comentários dos clientes

Muitos usuários consideram a opinião dos hóspedes, antes de fechar uma reserva. Segundo o Sebrae Inteligência Setorial, 84% das pessoas consultam mais de dez fontes, inclusive comentários de outros turistas, para decidir o destino de viagem e a hospedagem.

Diante disso, é importante ter um espaço para depoimentos dos clientes, seja no site ou até mesmo nas redes sociais. Seja cordial quando houver críticas e evidencie os comentários positivos.

Vale ressaltar que a avaliação dos hóspedes está diretamente relacionada ao atendimento. Quer dizer, é uma integração do offline com o online, pois os clientes não irão tecer bons comentários, se a experiência de hospedagem for negativa.

Por exemplo, se um hóspede requisitou a limpeza de ar condicionado de janela do quarto e isso não foi feito, é possível que ele avalie mal a hospedagem. 

Por isso, mesmo diante de situações adversas, tente oferecer a melhor vivência ao seu cliente, para que isso reflita em bons comentários online.

Se o hotel estiver passando por reformas, como a construção de mezanino, faça uma campanha online mostrando que o estabelecimento está investindo em melhorias. São pequenas estratégias que fazem toda a diferença na experiência do hóspede!

5. Tenha um perfil nas principais redes sociais

As redes sociais estão entre os canais mais usados pelos brasileiros. Cerca de 62% da população está ativa nas plataformas, principalmente no Facebook, Instagram e Twitter. 

Por conta disso, o marketing digital aproveitou-se da popularidade das redes para formular estratégias de divulgação em perfis comerciais – e o segmento hoteleiro pode se beneficiar muito disso.

Ter uma página no Facebook ou uma conta no Instagram pode ser uma maneira simples e atrativa de conquistar novos públicos. 

Nas redes, é possível fornecer uma informação rápida, além de aumentar a aproximação com o público.

O hotel pode usar uma conta no Instagram para divulgar fotos da hospedagem, o perfil do Facebook para compartilhar links do site/blog, ou, até mesmo, um canal no Youtube para oferecer conteúdo em audiovisual.

6. Invista em campanhas por e-mail marketing e newsletter

O e-mail marketing é uma ótima maneira de consolidar o marketing de relacionamento com hóspedes, incluindo clientes que já se hospedaram no seu hotel. 

A premissa básica é o envio de mensagens por correio eletrônico, oferecendo mais conteúdo, bem como promoções, ofertas e condições especiais.

Para isso, é necessário ter uma lista de contatos devidamente cadastrados, que podem ser obtidos durante o check-in no hotel, ou por meio de formulários online.

A newsletter é um e-mail marketing em formato noticioso, entregue via correio eletrônico para os leads (potenciais clientes) e clientes cadastrados na lista de contatos. 

Vale lembrar que, diferentemente do spam, o e-mail marketing permite o descadastramento do usuário.

7. Crie campanhas com links patrocinados

Os links patrocinados consistem em anúncios pagos no Google, para que a sua página na web alcance um bom ranqueamento, a curto prazo. 

A ferramenta é um excelente recurso para os hotéis que desejam aumentar o tráfego de visitantes em seus sites e, com isso, também o número de reservas.

Para elaborar uma campanha com links patrocinados, é preciso investir no Google Adwords, além de escolher bem o tipo de anúncio.

Recomenda-se que além de destacar ofertas de reservas, os links patrocinados contem com extensões de comentários, já que a experiência dos hóspedes é um dos fatores mais preponderantes para os usuários que buscam um bom hotel.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *