Torne o seu hotel o mais procurado no Google

Um hotel é um excelente negócio para se investir, principalmente em um país turístico como o Brasil. E com o advento da internet, fica ainda mais fácil ser encontrado e se destacar entre os usuários.

No entanto, isso traz a possibilidade de visibilidade para todos, o que acaba por aumentar a concorrência. 

Então, conhecer o marketing digital e suas estratégias é uma dica para se tornar destaque. É sobre isso que vamos falar neste artigo, apresentando suas definições e como melhor usá-lo para que seu hotel seja destacado no ambiente virtual.

O que é marketing digital?

Marketing digital é um conjunto de estratégias que uma empresa, como no caso dos hotéis, executa de maneira on-line. 

Essas técnicas visam promover a marca diante de um público-alvo específico e segmentado, para que as chances de sucesso sejam maiores.

Sendo assim, trata-se de uma estratégia que se tornou a principal atualmente, e que pode ser veiculado por meio de diversos canais, como redes sociais, sites e blogs, entre outros.

Porém, não basta apenas conhecer o significado desta estratégia, é necessário saber como aplicá-lo a cada tipo de segmento. 

Para os hotéis, existem diversas estratégias que podem ser usadas.

Como usar marketing social para hotéis?

A estratégia se tornou o principal meio de realizar marketing porque, como se sabe, a internet é o principal canal de comunicação hoje.

Antigamente, a TV fazia as vozes da comunicação principal, e as empresas investiam em propagandas para os mais diversos produtos, como barra antipânico BH

Mas atualmente, é prioridade de todas as organizações investirem no marketing digital. E dentre as principais estratégias de marketing digital para hotéis, temos:

1 – Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma estratégia que tem como objetivo atrair a atenção do consumidor através de conteúdo relevante e de valor. 

Quando o hotel faz isso, além de atrair a atenção do consumidor, ele também transmite uma imagem de maior conhecimento no assunto.

Para veicular esses conteúdos, o hotel pode fazer o uso de um blog e publicar assuntos relacionados a:

  • Dicas de turismo;
  • Assuntos relacionados à cidade;
  • Materiais sobre eventos;
  • Dados históricos.

Esses assuntos prendem a atenção do leitor, e fazem com que ele mergulhe em outros conteúdos. 

Com isso, melhora-se o tráfego do blog, o que acaba por atrair mais pessoas.

2 – Presença nas redes sociais

As redes sociais são fundamentais para toda empresa, inclusive fabricantes de box para banheiro de vidro

É por meio delas que hóspedes e futuros hóspedes conseguem estar em maior contato com o hotel.

Isso colabora para que ambos estabeleçam uma ligação que beneficia os dois lados. Além disso, as redes sociais se tornaram uma exigência, e quem não marca presença nela, cai no esquecimento.

Só que não basta escolher qualquer rede social, é necessário encontrar aquela onde o público-alvo está presente e atualizá-la com certa frequência, inclusive compartilhando os conteúdos do blog.

3 – Boas fotos do hotel

É imprescindível que o hotel possua um site, e que por meio dele, o cliente possa fazer suas reservas e tirar suas dúvidas. 

Só que, antes de fazer isso, ele vai analisar algumas coisas, como o preço e serviços oferecidos, além de querer ver fotos.

É no site que o proprietário mostra a infraestrutura de seu hotel, além de imagens das acomodações. É muito importante que essas fotos tenham qualidade e que ressaltem todos os pontos fortes dos ambientes.

Mostrar as áreas externas, restaurante, recepção e estacionamento, também são fundamentais para atrair o olhar do consumidor e conquistar um novo hóspede.

4 – Uso de links patrocinados

Os links patrocinados são uma opção de marketing não orgânica, que tem como função destacar o site de uma companhia mais rapidamente nos resultados de uma busca.

É uma solução rápida que vai ajudar o hotel a ser encontrado, enquanto as estratégias orgânicas dão frutos.

Dessa forma, é possível trazer o cliente para o site do hotel, para que ele possa ver todas as vantagens, inclusive telas de segurança em janelas, entre outros detalhes importantes.   

A utilização do marketing digital não é difícil quando se conhece bem algumas de suas principais estratégias e como aplicá-las. E para os hotéis, o marketing digital é vital para a visibilidade,  crescimento e sucesso do estabelecimento.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

Gestão 2020: saiba como fazer uma boa gestão no próximo ano

Como está o planejamento de gestão 2020 da sua empresa? Essa é uma pergunta que todo empreendedor deveria colocar como prioridade, afinal, ano novo significa ciclo novo para o negócio, com novas possibilidades e perspectivas.

Depois do balanço de final de ano e da revisão de metas, é hora de colocar em prática ações inovadoras para obter bons resultados e evoluir. 

Independentemente do segmento, organização é a palavra-chave para fazer uma boa gestão, mas como o mercado sofre influência de algumas variáveis, acompanhar as tendências para cada área é uma alternativa interessante.

Há um cenário com muitas demandas que podem inspirar avanços na sua administração dos negócios, desde tornar tarefas automáticas até dividir o mercado de maneira ainda mais acentuada.

Quer saber mais sobre quais são as possibilidades na prática, como alinhar as atividades e quais são os impactos disso na saúde do negócio? Leia este artigo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Otimize a logística do negócio

Que empresa nunca recorreu aos serviços de um motoboy rápido para fazer uma entrega de mercadoria? Essa situação é simples, mas pode fazer parte de um contexto muito maior para uma companhia: as operações logísticas.

Transportadoras, comércios locais, restaurantes e até despachantes de documentos precisam, em algum momento, transportar alguma coisa e saiba que o custo-benefício com esse investimento pode ser “o pulo do gato” para otimizar questões relacionadas a aspecto financeiro, produtividade e satisfação dos clientes.

Em razão da burocracia e diversidade da área, apostar na tecnologia, principalmente nos programas de computador de gestão, é uma forma de realizar orçamentos variados e avaliar o que tem menor custo, com maior benefício para a empresa.

Quanto mais eficiente é uma operação logística, melhor será a entrega rápida de documentos, mercadorias e outras demandas e maior será a satisfação do cliente, com chances de retorno para a empresa. 

Não é à toa que a logística é um dos corações de todas as estratégias.

Para 2020, são tendências nesse ramo específico das instituições:

  • Implementação de softwares de gestão logística;
  • Apoio de transportadoras e fretes coletivos;
  • Busca por fretes com despesas rateadas;
  • Análise inteligente de dados para redução de custos.

Aposte na automação de tarefas

É inegável que a tecnologia incorporada ao ambiente de trabalho cumpre uma série de papéis. Já pensou que as inovações tecnológicas podem trabalhar a favor de tarefas complexas e extremamente importantes para a área de gestão? Pois é!

Além da centralização das informações, com um nível de qualidade satisfatório, a automatização de algumas tarefas ajuda a reduzir a sobrecarga dos colaboradores, minimizar erros e agilizar a junção das informações necessárias para a tomada de decisão.

Uma ilustração da automatização que está dando muito certo em diferentes nichos e continua sendo uma tendência neste ano é a utilização de ferramentas como os bots de conversação — que são robôs programados e configurados para respostas automáticas em chats e canais de comunicação, mas que imitam um tom humanizado.

A tecnologia pode ser utilizada em todos os nichos em vários contextos.

No caso de uma agência de atores, por exemplo, além de robôs que otimizam o relacionamento com as pessoas, criar bases para identificar os agenciados atuais, os futuros e suas informações mais importantes é algo muito importante.

Existem softwares de gestão integrada que unem informações de todos os setores e, nesse aspecto, a automação de tarefas faz sentido para a gestão, pois otimiza resultados, reduz custos e ajuda na organização sistêmica das tarefas.

Voltando às questões logísticas, por exemplo, contar com um sistema de automação integrado faz toda a diferença para diferentes setores se integrarem entre si sobre soluções apresentadas, informações e orçamento das tarefas.

Vamos supor que uma empresa trabalha com serviço de entrega com fiorino e tenha custos com combustível, reparos do veículo, mão de obra, proteção do produto, despesas veiculares, entre outras demandas.

Identificar cada um desses fluxos com suas respectivas informações torna o processo mais ágil, assim como a tomada de decisão diante de determinada estratégia ou campanha. 

Com os dados em mãos, é possível saber onde a empresa gasta mais e chegar a um porquê ou vários sobre como implementar melhorias.

Utilize ferramentas para analisar o desempenho

Gerenciar um negócio não é uma tarefa simples. Além de acompanhar as tendências e as novidades da área, é preciso estudar a concorrência, criar metas e analisar o desempenho das suas ações para aprimorar o que vai bem e rever o que não traz resultados efetivos.

Em setores como de recursos humanos, popularmente conhecido como o RH, propor testes, avaliações e outros recursos para avaliar o desempenho dos colaboradores, por exemplo, é uma forma de analisar o desempenho das pessoas e ter indicadores.

Com esse tipo de análise em mãos, definir os ajustes na gestão é um processo que tem um alinhamento maior com as metas e as prioridades do momento.

Ao analisar dados, você pode extrair informações básicas desde os custos de manutenção de um colaborador, que vão desde o exame admissional para empregada doméstica e outras funções até o valor dos benefícios, até o nível de engajamento do colaborador.

No que diz respeito ao engajamento, saiba que entender como alguém compra o sonho da empresa e trabalha em parceria com ela, é crucial para  fazer um bom gerenciamento.

As taxas de absenteísmo e turnover que são referentes a rotatividade, faltas, atrasos e outros problemas podem ser incluídas nessa análise e são bons indícios para identificar falhas e reforçar metas, objetivos e prioridades.

Invista em aquisição e retenção de talentos

Além do setor financeiro, do RH, da rotina contábil e de outras mil e uma tarefas que o empreendedor tem todos os dias, saiba que é essencial avaliar e nutrir a necessidade das pessoas em relação à aquisição e à retenção de talentos.

Quanto custa um bom funcionário para uma empresa em longo prazo? Nesse tipo de pergunta, é possível fazer esse questionamento que pode influenciar a produtividade, o funcionamento e a perspectiva da sua empresa em um cenário progressivo.

Não importa se você tem uma empresa de pintura residencial ou uma indústria, oferecer incentivos e benefícios aos profissionais valoriza a gestão da empresa e destaca o cuidado que você terá com ela. Por isso, veja as tendências:

  • Prezar pela diversidade e cultura inclusiva nas corporações;
  • Facilitar os processos de seleção com a tecnologia;
  • Prezar pelas boas experiências do colaborador;
  • Flexibilizar jornadas de trabalho;
  • Incentivar capacitação profissional.

Além dessas ações, vale reforçar o cuidado com o bem-estar dos colaboradores dentro da empresa. Há negócios que investem em parcerias com fornecedor de refeições coletivas saudáveis e oferecem frutas no café da manhã e no período da tarde, por exemplo. 

Essas ações otimizam a produtividade da pessoa em sua rotina de trabalho, o que impacta na gestão de atividades.

Lembre-se que para gerenciar uma empresa, trabalhar gestão das pessoas é um passo que influencia todas as atividades e departamentos, portanto, vale a pena considerar a área de RH como estratégica no seu plano.

Trabalho colaborativo é o futuro

Centralizar a gestão estratégica de uma empresa com o apoio de softwares de automação, cargos de liderança e outras formas de organização é importante, mas saiba que o futuro é cada vez mais colaborativo.

Não é à toa que hoje existem diversos gestores, conforme as áreas de trabalho dentro de uma entidade. 

Quando os líderes conseguem ter uma divisão de tarefas, o trabalho de analisar indicadores, remodelar estratégicas e construir um diálogo direto com departamentos de diretoria fica mais simples.

Delegar tarefas é uma forma de evitar sobrecarga e criar um modelo mais colaborativo dentro de um sistema. A vantagem é ter uma construção mútua, além de mais de uma perspectiva para determinada solução.

Ambientes colaborativos naturalmente são mais inovadores, participativos e criativos. 

Ou seja, todas as características necessárias para a construção de bons resultados e consequentemente, boa gestão de tarefas, de tempo, controle de qualidade, entre outras funções.

Há desafios dentro desse modelo, já que há uma descentralização da empresa de acordo com os setores que a compõem. 

No entanto, essa delegação de tarefas pode elevar o engajamento das pessoas, incentivar a produtividade, auxiliar no crescimento profissional e ser base para uma visão holística dentro da empresa.

De uma empresa especializada na confecção de itens como ecobag para personalizar a um grupo com foco industrial, há diversos modos de liderança e gestão, mas o fato é que a qualidade desse processo interfere em toda a operação do negócio. 

Por isso, essas e outras dicas podem ser bem aproveitadas quando o assunto é construir uma nova forma de pensar a gestão do próximo ano, de maneira estratégica. Entenda as particularidades do seu negócio e aproveite para otimizar seus resultados e processos!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Marketing Digital para divulgar o seu hotel na internet

A internet tornou-se um campo muito propício para a divulgação dos mais variados negócios. O marketing digital é o aliado perfeito para quem deseja crescer comercialmente, potencializar vendas e, até mesmo, conquistar novos públicos. E não seria diferente no setor hoteleiro.

Hoje em dia, muitas pessoas buscam por opções de hospedagem diretamente em sites. Em geral, 65% das pessoas que viajam a lazer e 69% que viajam a trabalho começam o planejamento com pesquisas online.

Por conta disso, os hotéis não podem ficar de fora do avanço da internet e do marketing digital. 

É necessário adaptar-se às demandas dos consumidores online e, dessa maneira, implementar estratégias assertivas para a comercialização do serviço.

A preferência pela compra online

De fato, as maiores redes hoteleiras, bem como os grandes hotéis do mundo, já estão presentes na internet. Afinal, temos mais de 181 milhões de usuários conectados só no Brasil. 

Além disso, mais de 74% das pessoas preferem comprar produtos e/ou serviços online, segundo levantamentos.

Ora, é muito mais fácil encontrar várias opções navegando em águas digitais. Por exemplo, imagine que você precisa de um serviço de restauração de mármore para a sua casa, mas não conhece nenhum prestador na cidade. Você pode usar a internet para uma busca rápida e, assim, conhecer os principais profissionais da área.

O mesmo ocorre no setor hoteleiro. Ao escolher um destino de viagem, muitas vezes não temos conhecimento sobre os melhores hotéis da região. 

Sendo assim, a internet pode ajudar – e muito! – no encontro de redes hoteleiras, hospedagens, além de uma infinidade de opções de diárias.

Mas, afinal, o que é marketing digital hoteleiro?

O marketing digital hoteleiro nada mais é que um conjunto de planejamentos, estratégias e ações online executadas por um hotel, pousada, hostel, albergue ou qualquer tipo de estabelecimento de hospitalidade, com o objetivo de atrair novos hóspedes, criar um bom relacionamento com os clientes e divulgar a marca.

Resumidamente, podemos dizer que o marketing digital hoteleiro agrega os mais variados esforços de publicidade, atendimento, vendas e relacionamento em um ambiente online. 

Dessa forma, é possível comunicar-se com o público de maneira mais direta e personalizada.

O marketing digital oferece a possibilidade de conversar com os usuários entregando-lhes exatamente aquilo que procuram. 

Ou seja, se um hóspede deseja fazer reserva em um hotel com porteiro remoto, para ter mais segurança, é possível procurar por esse tipo de hospedaria especificamente, com apenas algumas buscas na internet.

Por esse motivo, é importante que as redes de hospedagem saibam com quem estão falando e, mais do que isso, evidenciem os diferenciais do estabelecimento. 

7 dicas para divulgar o seu hotel na internet

O marketing digital hoteleiro é visto como um grande quebra-cabeças. As peças precisam se encaixar perfeitamente para atingir os objetivos propostos e, assim, formar um desenho completo – que se traduz em sucesso para a rede de hospedagem.

No entanto, algumas dicas simples podem te ajudar a implementar o marketing digital focado nesse segmento, de forma eficaz e, assim, tornar-se cada vez mais presente no ambiente virtual.

1. Elabore metas para o seu serviço

Imagine que um fornecedor de grama comece uma estratégia online de divulgação, mas não possui nenhuma meta ou objetivo definido. 

Pode ser que a ação tenha resultados, no entanto, eles serão dispersos e pouco mensuráveis. É aquele famoso ditado de “atirar para todos os lados e ver se acerta alguma coisa”.

No marketing digital hoteleiro, esse tipo de pensamento pode ser um empecilho. Por conta disso, o melhor é elaborar metas bem definidas, de acordo com as necessidades do seu negócio.

Busque responder às seguintes perguntas:

  • O que meu negócio precisa para crescer?
  • O meu lucro está sendo suficiente?
  • Tenho um bom relacionamento com meus clientes?
  • As pessoas reconhecem o meu hotel?

Para ter mais clareza na hora de elaborar metas, você pode consultar os relatórios do ano anterior, percebendo os meses do ano de alta temporada, como foi o faturamento da hospedagem, quais as principais reclamações dos clientes, entre outros.

2. Tenha um website da sua hospedaria

Depois de definir as principais metas e objetivos, está na hora de colocar a mão na massa!

O primeiro passo é criar um website para a sua hospedaria. Mesmo que o estabelecimento já esteja presente em algum canal de reservas online, o site ainda tem destaque perante essas plataformas.

Cerca de 52% dos usuários de canais de reservas online procuram o site do hotel antes de fazer a reserva. 

Fora que 76% das pessoas que encontram a hospedagem por meio de redes sociais clicam no link do website, para tentar contato direto.

Ter um site é a garantia de credibilidade do hotel. Não é a toa que 1 a cada 4 usuários prefere reservar hospedagem direto por lá.

Um bom site é responsável por influenciar a decisão de compra do usuário, ainda mais quando entrega uma boa experiência para o hóspede. 

Além disso, é preciso entender que os websites não são apenas espaços com informações sobre o seu hotel, com o objetivo de promover a marca, mas sim, é parte do serviço que você entrega. 

Ou seja, os usuários buscam por sites com a intenção de conhecer detalhes sobre o estabelecimento, visualizar o ambiente e escolher a melhor hospedagem. 

Como consequência, se o usuário não encontrar o que procura no site, tendo uma experiência negativa, ele pode achar que a hospedaria também não oferece um bom serviço.

Por exemplo, uma pessoa pode gostar de ver fotos da instalação de elevadores em prédios antigos, no caso de hotéis mais velhos na cidade. É uma forma de demonstrar que a hospedaria se modernizou, sem perder a essência.

Sendo assim, invista em fotos bem feitas da ambientação do local, busque enfatizar os diferenciais da hospedagem, além de oferecer diversas opções de diárias. 

Tenha boas imagens e evidencie os lugares de descanso do hotel, como uma foto da iluminação para piscina de alvenaria, das áreas em comuns, etc.

Outra dica é importante é ter um espaço para reservas diretamente no site do hotel, facilitando a aquisição do serviço pelo usuário.

3. Esteja presente no Google com um blog

O Google é o grande gênio a internet. São mais de 100 bilhões de pesquisas diárias, de acordo com o Google Trends, incluindo buscas por lugares e estabelecimentos de hospedagens. 

Em média, 41% das pesquisas sobre lugares são feitas no Google, resultando em visitas ou reservas em hotéis.

O seu hotel pode optar por estratégias simples, como o SEO (Search Engine Optimization), que nada mais é que a otimização de conteúdo para os buscadores. 

Na prática, significa o uso de uma série de palavras-chave, com grande incidência de pesquisa no Google, resultando no direcionamento do cliente para o seu site. 

Por exemplo, ao procurar por sonorização de ambientes residenciais, uma empresa de automação residencial pode utilizar o termo, criar um conteúdo e, assim, mostrar-se presente no Google.

Para isso, basta criar um blog, aliado ao seu website, onde você poderá postar conteúdo periodicamente, com textos informativos e com técnicas de SEO. Desse modo, as chances de você aparecer no Google são muito maiores.

E o melhor de tudo: ao investir em SEO, você não paga nada por isso! É uma boa maneira de ter um bom retorno sobre investimento com marketing digital.

4. Valorize os comentários dos clientes

Muitos usuários consideram a opinião dos hóspedes, antes de fechar uma reserva. Segundo o Sebrae Inteligência Setorial, 84% das pessoas consultam mais de dez fontes, inclusive comentários de outros turistas, para decidir o destino de viagem e a hospedagem.

Diante disso, é importante ter um espaço para depoimentos dos clientes, seja no site ou até mesmo nas redes sociais. Seja cordial quando houver críticas e evidencie os comentários positivos.

Vale ressaltar que a avaliação dos hóspedes está diretamente relacionada ao atendimento. Quer dizer, é uma integração do offline com o online, pois os clientes não irão tecer bons comentários, se a experiência de hospedagem for negativa.

Por exemplo, se um hóspede requisitou a limpeza de ar condicionado de janela do quarto e isso não foi feito, é possível que ele avalie mal a hospedagem. 

Por isso, mesmo diante de situações adversas, tente oferecer a melhor vivência ao seu cliente, para que isso reflita em bons comentários online.

Se o hotel estiver passando por reformas, como a construção de mezanino, faça uma campanha online mostrando que o estabelecimento está investindo em melhorias. São pequenas estratégias que fazem toda a diferença na experiência do hóspede!

5. Tenha um perfil nas principais redes sociais

As redes sociais estão entre os canais mais usados pelos brasileiros. Cerca de 62% da população está ativa nas plataformas, principalmente no Facebook, Instagram e Twitter. 

Por conta disso, o marketing digital aproveitou-se da popularidade das redes para formular estratégias de divulgação em perfis comerciais – e o segmento hoteleiro pode se beneficiar muito disso.

Ter uma página no Facebook ou uma conta no Instagram pode ser uma maneira simples e atrativa de conquistar novos públicos. 

Nas redes, é possível fornecer uma informação rápida, além de aumentar a aproximação com o público.

O hotel pode usar uma conta no Instagram para divulgar fotos da hospedagem, o perfil do Facebook para compartilhar links do site/blog, ou, até mesmo, um canal no Youtube para oferecer conteúdo em audiovisual.

6. Invista em campanhas por e-mail marketing e newsletter

O e-mail marketing é uma ótima maneira de consolidar o marketing de relacionamento com hóspedes, incluindo clientes que já se hospedaram no seu hotel. 

A premissa básica é o envio de mensagens por correio eletrônico, oferecendo mais conteúdo, bem como promoções, ofertas e condições especiais.

Para isso, é necessário ter uma lista de contatos devidamente cadastrados, que podem ser obtidos durante o check-in no hotel, ou por meio de formulários online.

A newsletter é um e-mail marketing em formato noticioso, entregue via correio eletrônico para os leads (potenciais clientes) e clientes cadastrados na lista de contatos. 

Vale lembrar que, diferentemente do spam, o e-mail marketing permite o descadastramento do usuário.

7. Crie campanhas com links patrocinados

Os links patrocinados consistem em anúncios pagos no Google, para que a sua página na web alcance um bom ranqueamento, a curto prazo. 

A ferramenta é um excelente recurso para os hotéis que desejam aumentar o tráfego de visitantes em seus sites e, com isso, também o número de reservas.

Para elaborar uma campanha com links patrocinados, é preciso investir no Google Adwords, além de escolher bem o tipo de anúncio.

Recomenda-se que além de destacar ofertas de reservas, os links patrocinados contem com extensões de comentários, já que a experiência dos hóspedes é um dos fatores mais preponderantes para os usuários que buscam um bom hotel.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Saiba impulsionar o seu negócio com o SEO

Já pensou aparecer no Google? Esse é o sonho de muitas empresas, ainda mais considerando a grande presença do buscador na internet. E isso pode ser feito com nenhum investimento, apenas com a aplicação do SEO (Search Engine Optimization), também conhecido como “otimização para os mecanismos de busca” — uma forma simples e eficaz de aparecer nas pesquisas do Google.

O que é SEO: saiba como aparecer no Google

O SEO consiste em um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas web, com o objetivo de alcançar bons rankings orgânicos e, com isso, gerar tráfego e autoridade. 

A estratégia já é considerada uma das melhores formas de alcançar visibilidade online e, consequentemente, atrair mais leads (potenciais clientes).

De acordo com o Google Adwords, cerca de 90% das pessoas que fazem pesquisas no Google clicam apenas nos resultados da primeira página do buscador. 

Isso quer dizer que ao pesquisar, por exemplo, por uma consultoria jurídica online, as empresas que aparecem nos primeiros links do Google têm maiores chances de aumentar as oportunidades de negócio.

Esse é o principal objetivo do SEO: dar visibilidade à sua página web para que ela apareça entre os primeiros resultados e, assim, ter maior volume de tráfego orgânico (não pago).

No entanto, o SEO não funciona na base do investimento, como muitos anúncios pagos no Google. Ao contrário, não é preciso gastar nenhum centavo, se a estratégia for bem executada! Parece ótimo, não?

Diante disso, separamos alguns modos de aplicar o SEO corretamente, para que você conquiste um bom posicionamento de forma orgânica e tenha presença online. Neste post, conheça:

  • 1. Como funciona o Google;
  • 2. Como chegar no topo do Google;
  • 3. Como aplicar as técnicas de SEO.

Continue navegando com a gente!

  1. Como funciona o Google

Para elaborar uma boa estratégia de SEO, é imprescindível conhecer o funcionamento do Google. Afinal, ele será o responsável por “enxergar” a sua página na web e, consequentemente, colocá-la (ou não) entre os primeiros resultados de busca.

Em primeiro lugar, precisamos saber que o Google não identifica os sites do mesmo modo que as pessoas. Muito disso, deve-se ao fato que os leitores do buscador são robôs, os conhecidos “GoogleBots”, que visualizam texto e código.

Portanto, se você tem um negócio de refeição industrial, não basta encher o seu site com fotos dos pratos, porque os robôs não leem imagens!

Isso não quer dizer que as fotos não são importantes — de fato, elas são, principalmente para os usuários. 

Mas é necessário trabalhar as imagens em conjunto com um texto alternativo (alt text) para que os robôs entendam sobre o que trata a figura e o conteúdo do seu site.

Sendo assim, o ponto de partida do SEO é: escreva bons textos para que os robôs também possam ler!

Anúncios pagos x Anúncios orgânicos

Como mencionamos anteriormente, o SEO é uma estratégia que não demanda investimento financeiro. Porém, o Google também possui uma parte destinada aos anúncios pagos e, geralmente, eles são os primeiros a aparecer nos resultados de busca.

Pagar um anúncio é uma maneira mais rápida de alcançar mais visitas para a sua página na web, mas não é mais efetiva e nem gera autoridade para a empresa.

Segundo uma pesquisa de um blog autoridade em técnicas de posicionamento na web, cerca de 80% dos usuários ignoram completamente os anúncios pagos. Fora que as taxas de conversão são, em média, 10 vezes maiores nas pesquisas orgânicas.

Ou seja, uma empresa de transporte de cargas pequenas, por exemplo, pode até investir em um anúncio pago no Google, se a intenção é aumentar o número de visitantes no site em um curto período de tempo. 

Entretanto, se o objetivo é ter presença online, o melhor é mesmo vestir a camisa SEO e implementar a estratégia para tráfego orgânico.

  1. Como chegar no topo do Google

O Google altera o seu algoritmo de pesquisa de 500 a 600 vezes por ano. Por causa disso, não basta chegar ao topo do Google, é necessário alimentar a sua página constantemente, para que os robôs leiam novos conteúdos e mantenham o bom posicionamento do site.

Um estudo de uma empresa americana desenvolvedora de softwares de marketing mostrou que a primeira posição no Google tem uma taxa de cliques de 34,36%. Para outra empresa, 60% dos cliques vão para os três primeiros sites do mecanismo de busca.

O fato é: para impulsionar o seu negócio com SEO, você precisa estar na primeira página!

Existem mais de 200 fatores que impactam no posicionamento de um website, mas vamos nos ater aos principais. Veja-os a seguir.

Qualidade do conteúdo

Não pense que só porque os robôs leem seu texto, que o conteúdo não precisa ser relevante. Ao contrário, precisamos nos lembrar que os nossos consumidores são pessoas de verdade e que estão em busca de qualidade de informação!

Fora que o Google é esperto: desde o lançamento do Google Panda, em 2011, o buscador consegue identificar conteúdos de baixa qualidade, funcionando como uma espécie de algoritmo de classificação de relevância.

Portanto, se uma empresa de pintura residencial quer tratar de sugestões para preservação de revestimentos internos, é crucial que se formule um bom texto, com informações impactantes e de qualidade.

Lembre-se: na internet, informação é poder. Por isso, um conteúdo de qualidade é a chave para resultados efetivos em SEO, podendo aumentar o tráfego do seu website em até 2000%.

Tamanho do conteúdo

Imagine que você precise entender mais sobre os benefícios de um galpão pré fabricado concreto, mas se depara com um site com apenas um parágrafo de explicação. Com certeza, não se sentirá bem informado, não é mesmo?

Por esse motivo, a dimensão do conteúdo também é um aspecto decisivo para que se alcance um bom posicionamento no Google.

O buscador vai procurar os conteúdos mais completos, que melhor esclareçam as dúvidas dos usuários.

Normalmente, a média de textos que estão entre os primeiros resultados é de aproximadamente 2.500 palavras. Porém, não é uma regra! O ideal é ter um texto com tamanho suficiente para informar o melhor possível.

Uso das palavras-chave

Aqui nos deparamos com o coração da estratégia SEO: as palavras-chave.

De maneira geral, elas consistem em um conjunto de termos mais procurados no Google, que são aplicados no conteúdo do site.

Por exemplo, a palavra-chave “controle de acesso externo”, usada para referir-se à automação de portarias, pode ser usada em um conteúdo que explique a importância do emprego de tecnologias para controle de acesso em um condomínio.

Desse modo, uma empresa de automação pode produzir um conteúdo utilizando a palavra-chave referenciada. Assim, quando um usuário digitar no Google “controle de acesso externo”, ele pode se deparar com o site da empresa.

É importante ressaltar alguns pontos sobre o uso de palavras-chave, já que é preciso:

  • Inserir os termos de maneira natural;
  • Repetir as palavras ao longo do texto;
  • Utilizar as palavras principais em títulos e subtítulos;
  • Respeitar a gramática dos termos;
  • Oferecer informações relacionadas às palavras-chave.

As empresas com uma forte palavra-chave no ranking têm maiores resultados nos mecanismos de busca e, consequentemente, atraem um número maior de visitantes e conversão de leads.

  1. Como aplicar as técnicas de SEO

Sabendo de todos esses fatores que influenciam no ranqueamento do Google, está na hora de aplicar as técnicas de SEO. Para isso, você pode seguir as dicas a seguir.

Tenha um blog atrelado ao seu site

A melhor forma de produzir conteúdo de qualidade é dentro de um blog. Por causa disso, muitas empresas já estão investindo em sessões separadas em seus próprios sites, com uma repartição de blog que é alimentada periodicamente.

A atualização de um blog aumenta mais de 100% do tráfego no site, além de ser uma ótima alternativa para publicar conteúdos relevantes e de qualidade. 

Os blogs também são ótimos aliados na construção da credibilidade do seu negócio. Por oferecer informação, eles são responsáveis por educar os usuários a respeito do seu produto/serviço, colocando a sua empresa como uma autoridade no assunto.

Assim, uma agência de modelo masculino pode ter uma página para falar sobre o seu serviço, em conjunto com um blog, com dicas de beleza, tendências de moda e outros assuntos relacionados.

Conheça as palavras-chave

Como vimos anteriormente, as palavras-chave são as grandes responsáveis pelo bom ranqueamento no Google. Por isso, é importante pesquisar corretamente quais os termos melhor se adaptam ao seu negócio e são capazes de produzir um bom conteúdo.

Por exemplo, um site que oferece serviços de motorista executivo bilíngue pode se deparar com o termo “escola de idiomas” entre os mais procurados no Google, mas por não ter relação com o negócio, talvez seja melhor escolher outra palavra-chave.

Uma dica é optar por palavras-chave com maior volume de busca, que possam ser usadas em conteúdos do seu blog, respeitando as especificações e a grafia.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como alcançar mais resultados para o seu hotel com o SEO

A internet trouxe diversas facilidades e, com ela, o SEO. Mas, além de trazer inovações e proporcionar diversas opções aos consumidores, a internet também aumentou a concorrência.

Em vista disso, é importante que uma empresa se destaque e que esteja entre os principais resultados de busca no meio digital.

No Brasil, um país turístico e com diversas opções de destino, é muito fácil encontrar hotéis. Mas eles precisam atrair a atenção do consumidor em meio a uma vitrine gigante como a internet. 

Mas de que maneira fazer isso? Estando presente nos diversos canais digitais, dessa forma, torna-se mais fácil alcançar o seu público-alvo, muitas vezes sem precisar investir dinheiro..

É possível alcançar um bom posicionamento nos sites de busca de maneira gratuita, e isso é possível por meio das técnicas em SEO. 

Saber usar essa ferramenta do marketing digital é fundamental para o mercado hoteleiro, pois mesmo que um hotel não esteja em uma cidade turística, ele precisa se destacar para que os consumidores saibam que ele existe.

Neste artigo, nós vamos falar sobre o que é o SEO, como utilizá-lo e dar dicas com exemplos para que o seu hotel esteja bem posicionado e conquiste mais hóspedes. Confira!

O que é SEO?

A primeira coisa que você precisa saber é o que, de fato, é o SEO. Essa sigla, que em inglês significa “Search Engine Optimization” ou em português “Otimização para Motores de Busca” reúne um conjunto de estratégias que melhora e cria conteúdos que elevem o posicionamento de um site na internet de maneira orgânica (não paga).

Sendo assim, é essencial que um estabelecimento saiba utilizar essas ferramentas para se posicionar melhor nos resultados de busca e não perder hóspedes para concorrentes. 

Desse modo, podemos dizer que a internet praticamente dita as regras dos negócios atualmente, em qualquer que seja o seu ramo de atuação.

Um exemplo disso é uma pessoa que busque informações sobre assistência técnica de ar condicionado

Ao realizar essa busca, provavelmente as assistências técnicas da primeira página fazem uso de técnicas adequadas para posicionamento de conteúdos de qualidade.

Sendo assim, mesmo que seu hotel ofereça serviços diferenciados, excelentes acomodações e um preço convidativo, perderá espaço para aqueles que sabem se destacar nos canais digitais. 

No próximo tópico, falaremos um pouco mais sobre como as ferramentas de SEO podem ajudar o seu hotel a conquistar mais hóspedes. Acompanhe.

Como investir em SEO pode conquistar mais hóspedes?

A internet é hoje a principal ferramenta dos consumidores. Antes de comprar qualquer tipo de produto ou serviço, o consumidor realiza uma pesquisa online para ver preços, opções, informações e até mesmo a reputação de empresas, lojas e, claro, hotéis. 

Seja qual for o tipo de produto ou serviço que a pessoa quer adquirir, lá estará ela pesquisando tudo na internet antes de decidir.

Por exemplo, se você quer implementar automação de iluminação predial no seu hotel, qual seria o seu primeiro passo? 

A não ser que você já tenha uma empresa de confiança, antes de fazer a instalação desse sistema em seu hotel, com certeza você vai pesquisar sobre isso na Internet.

Os primeiros resultados que você encontrar serão de empresas que fazem uso das ferramentas de SEO. 

Portanto, elas se destacam e você provavelmente fechará com uma delas. Você não vai olhar até a última página do buscador, portanto, sua escolha será dentre aquelas que ocupam as primeiras posições no seu resultado de busca.

Com seu hotel não é diferente. As pessoas também planejam suas viagens pela internet e isso acontece a partir de computadores, celulares e tablets. E elas fecham com aqueles hotéis que aparecem entre os primeiros resultados de busca. 

Não basta apenas ter um site completo, com todas as informações sobre seu hotel para conquistar novos hóspedes, é preciso se destacar.

Você já entendeu como o investimento em SEO vai aumentar a quantidade de hóspedes para o seu hotel. Mas você sabe como utilizá-lo? No próximo tópico, nós vamos dar algumas dicas para você saber aplicá-lo em seu hotel e se destacar. Confira.

Dicas de SEO para hotéis

Para fazer uso do SEO e se destacar nessa vitrine infinita que conhecemos como internet, é preciso saber como fazer. As principais dicas técnicas são:

  • Saiba quem é o seu público;
  • Escolha palavras-chave adequadas;
  • Produza conteúdo autoral e de qualidade;
  • Faça ligações com outras páginas;
  • Compartilhe nas redes sociais;
  • Tenha um site responsivo a diferentes dispositivos.

A primeira dica é muito importante: saber quem é o seu público. É muito mais fácil vender um serviço para um público que você já conhece.

Dessa maneira, você fica sabendo do que ele gosta, suas preferências, necessidades, do que não gosta e o que ele procura. A partir daí, fica mais fácil seguir a segunda dica, que é saber escolher as palavras-chave.

Essas palavras são utilizadas pelos consumidores para fazer pesquisas sobre o que eles procuram. Por exemplo, se você deseja realizar melhorias em seu hotel e aumentar o seu espaço, pode digitar “construtora de obras comerciais”. 

As empresas que realizam esse serviço e que utilizam essa palavra-chave de maneira consistente serão as primeiras que você encontrará no resultado de busca.

Uma boa dica para saber qual palavra usar é se basear em um serviço diferenciado que seu hotel ofereça. Se seu hotel hospeda os animais de estimação dos hóspedes, pode criar um conteúdo que aborde isso e fazer uso de palavras-chave como “hotel pet friendly”.

Depois de definidas suas palavras-chave, é hora de criar um conteúdo autêntico e relevante para o seu público. 

Os conteúdos para hotéis são ricos e podem variar como informações sobre a cidade onde está localizado, programações de eventos na cidade e no hotel, pacotes, novidades etc.

É importante que seja um conteúdo exclusivo e que não haja plágio, pois, além de ser crime, muitos sites de busca punem os usuários por causa disso.

Imagine que você precise consertar o gerador do seu hotel, e procure por conserto de gerador de energia

Você encontra um site com um conteúdo relevante, mas encontra o mesmo conteúdo no site de outra empresa. Em quem você vai confiar?

Também faça uso de imagens em seus conteúdos. 

Os consumidores são muito visuais e precisam ver imagens tanto do hotel quanto da região onde está localizado. 

Ofereça imagens de qualidade e que possam ser vistas tanto do computador quanto do celular.

Feito isso, tenha seu site vinculado a outros para que seu hotel se destaque ainda mais. Mas, antes de fazer isso, é importante verificar que tipo de site você vai “linkar” ao seu. Tenha cuidado com sites de má reputação, inclusive aqueles que espalham fake news.

E por falar em aparecer em outros sites, é importante que seu hotel esteja presente nas redes sociais. 

Elas são importantes para todos os segmentos comerciais e podemos citar como exemplo aquela empresa que você encontrou para automação predial.

Essa mesma empresa pode criar um conteúdo que fale sobre automação residencial som ambiente e publicá-lo nas redes sociais.  

Quem curte o perfil do seu hotel ou de qualquer outra empresa em uma rede social vai adorar ler conteúdos sobre esses assuntos. Imagine que você escreveu um post sobre um novo serviço do seu hotel em seu blog. 

Ao compartilhá-lo nas redes sociais, seu público lerá e compartilhará também, alcançando ainda mais pessoas.

As redes sociais são tão versáteis que permitem o compartilhamento de conteúdos dos mais variados produtos e serviços. Imagine que uma empresa de confiança compartilhe nas redes sociais um conteúdo que fale sobre led para piscina de fibra

Essa publicação vai atrair a sua atenção e de outros consumidores, facilmente pode ser convertida em vendas, aumentando o lucro da empresa.

O mesmo acontece com os hotéis, pois nas redes sociais estão presentes absolutamente todos os tipos de público-alvo. Portanto, com certeza o seu também está lá.

Para que todo o seu investimento nas técnicas já mencionadas de fato dê resultado, é primordial que o site do seu hotel seja responsivo. A maioria dos usuários da internet usa o celular para pesquisar e comprar. 

Os dispositivos móveis permitem que o consumidor encontre o que precisa a qualquer hora do dia ou da noite e em qualquer lugar.

Imagine que você está na rua e precise de manutenção preventiva de transformadores para o seu hotel. 

Ao realizar uma busca pelo celular, você encontrará diversas empresas, mas imagine que justo aquela que você escolheu não possui um site responsivo, e ele simplesmente não carrega no seu celular ou tem uma péssima resolução. 

Com certeza você vai desistir dessa empresa e procurar outra.

Os sites responsivos se adaptam a qualquer tipo de tela, tanto a de um computador comum quanto a de um celular. Dessa maneira, o site do seu hotel também precisa dessa facilidade para que, de fato, o seu consumidor tenha acesso ao seu conteúdo e conheça o seu hotel.

Os sites responsivos auxiliam no acesso do consumidor aos serviços e produtos oferecidos pelas empresas, desde polimento de mármores e granitos até o seu hotel. Uma variedade enorme e necessária, não é mesmo?

A internet está aí e é preciso saber usá-la para alavancar os negócios.

Em um mercado tão concorrido como o hoteleiro, você não pode perder tempo e precisa permitir que os consumidores te encontrem. 

Faça uso das técnicas em SEO e seja destaque no meio da concorrência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como divulgar o seu hotel fazenda na internet?

A internet traz uma oportunidade incrível para divulgação de marcas por meio do marketing digital. 

Por meio da tecnologia, diversas empresas de todos os segmentos podem se tornar mais conhecidas e podem estar mais próximas de seu público-alvo, e com os hotéis fazenda não é diferente.

Para isso, é importante saber o que é o marketing digital, estar por dentro de suas estratégias e também conhecer outras ferramentas que a internet proporciona. 

Pelo fato dessas facilidades estarem liberadas para as empresas, isso aumenta a competitividade, então, quem sabe usar o marketing digital, sai na frente.

Blogs, redes sociais e o próprio Google fazem parte das diversas facilidades oferecidas pela internet, que ajudam a divulgar um hotel fazenda, aproximando-o dos consumidores. 

Essas facilidades ajudam a selecionar o público certo, o que aumenta o conhecimento da marca por parte do público, além de converter esse conhecimento em vendas.

Você sabe como divulgar o seu hotel fazenda na internet? Se não sabe, não tem problema, pois nós criamos este artigo para ajudar você. 

Nele vamos falar sobre o uso do marketing digital, suas ferramentas e os principais canais para você divulgar o seu negócio e ter muito sucesso. Acompanhe.

O que é marketing digital?

Antes de qualquer coisa, é importante que você saiba o que é marketing digital. Trata-se de um conjunto de estratégias que são utilizadas para divulgar, por meio da internet, determinada marca. 

O intuito do marketing digital vai um pouco mais além, pois ele não apenas divulga, como também atrai consumidores e aumenta as vendas.

As principais ferramentas do marketing digital são o Inbound Marketing, SEO e Marketing de conteúdo. 

Inbound Marketing

O Inbound Marketing é uma maneira de atrair os consumidores utilizando  conteúdos relevantes. 

Por meio desses conteúdos, os consumidores se sentem mais atraídos e passam a confiar mais na marca, criando um relacionamento e passando a comprar.

SEO

A sigla SEO significa “Search Engine Optimization”, em português, “Otimização para mecanismos de busca”. 

É um conjunto de mecanismos que tem como função fazer com que o site ou blog de uma empresa seja encontrado mais facilmente na internet, aparecendo entre as primeiras colocações nos resultados de busca.

Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo é uma estratégia do marketing digital, que tem como missão atrair público por meio da criação de conteúdos relevantes. 

Ao atrair o consumidor por meio de um conteúdo valioso, ele cria uma percepção positiva da marca e conquista mais vendas.

Agora que você já conhece um pouco sobre o marketing digital e seus objetivos, nos próximos tópicos você conhecerá mais algumas opções para fazer uso dele. Confira.

Criando um blog

A criação de um blog é muito importante para atrair visitantes e converter essas visitas em vendas. 

Mas é importante que ele seja recheado de conteúdos relevantes, aí que entra o marketing de conteúdo. 

Os posts do seu blog devem ser valiosos para os leitores para que eles entendam que o seu hotel fazenda entende o serviço que vende.

Existem muitos hotéis fazenda por aí, e você precisa se destacar. Podemos citar exemplos de postagens úteis que você pode criar, por exemplo, aluguel de espaço comercial

Se o seu hotel fazenda conta com um espaço comercial para locação, você pode criar um conteúdo que explique as vantagens de fazer o aluguel.

Traga essas vantagens ao post, como o fato dele acomodar uma quantidade maior de pessoas, oferecer um ambiente mais profissional, dentre outras qualidades. 

O blog é uma porta de entrada para novos clientes, porque é nele que você vai divulgar o seu hotel para pessoas que nunca ouviram falar.

Outra dica é que no seu blog haja conteúdos como:

  • Roteiros turísticos;
  • Vídeos que mostrem o espaço;
  • Galeria de fotos;
  • Eventos que acontecem na cidade.

O blog é uma ferramenta de divulgação versátil e que pode ser usada por diversos segmentos comerciais. 

Para você ter uma ideia, há blogs destinados a diversos assuntos como aluguel de gerador para eventos

As empresas destinadas a esse segmento também precisam vender o seu serviço, e que maneira melhor de fazer isso do que criando um conteúdo que explique por que um gerador é importante para um evento?

A partir disso, os clientes em potencial percebem essa importância, o quanto aquela empresa sabe o que está falando e se convencem de que isso é importante. 

Podemos usar como exemplo também uma empresa organizadora de eventos que quer aumentar a quantidade de aluguel de stands que faz por mês.

Para isso, ela pode escrever um conteúdo que explique as razões pelas quais o aluguel de stand para eventos é necessário. 

Marcas e profissionais que irão participar de uma feira de exposição acessarão aquele blog e serão convencidos de que a melhor maneira de se destacar nessa feira é por meio de um stand.

Você consegue notar a versatilidade do blog? Se ele consegue conversar com um público que procura informações sobre gerador para alugar, com certeza ele vai conseguir criar essa comunicação entre o seu hotel e o seu público-alvo.

No entanto, é importante que você esteja atento a outro fator do blog. O seu conteúdo, além de ser relevante, precisa estar sempre atualizado. 

De nada adianta você criar um conteúdo por mês, ou postar algumas vezes e abandonar a ideia. 

Quanto mais atualizado com conteúdo relevante estiver o blog do seu hotel fazenda, mais visitas ele irá receber e mais vendas de estadia você vai fechar.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a importância do blog, no próximo tópico nós vamos falar sobre o Google Meu Negócio. Confira.

Por que abrir um Google Meu Negócio?

Sabe quando você procura alguma empresa ou estabelecimento pelo nome e aparece no Google o telefone, endereço e até o site no resultado? Então, isso é feito por meio do Google Meu Negócio.

Nele, você irá inserir as informações do seu hotel fazenda como nome, endereço, dados de contato e site. 

Quando o seu futuro cliente, ou qualquer pessoa interessada, digitar o nome do seu estabelecimento no Google, irá encontrar as informações que precisa para chegar até você ou para entrar em contato.

É uma ótima prática para quem está começando um novo negócio agora e também atende aos mais variados perfis de empresas. 

Imagine que uma empresa de segurança ou serviços terceirizados recém-chegada no mercado queira ser facilmente encontrada. 

Basta ela se cadastrar no Google Meu Negócio e seu público-alvo irá saber como entrar em contato com ela.

Essa empresa pode oferecer controle de acesso para eventos, serviços de portaria e limpeza, segurança, dentre diversos outros serviços. Não importa, se for facilmente encontrada, os consumidores facilmente vão fechar negócios com ela.

Outra grande vantagem dessa ferramenta do Google é que ela possibilita que os clientes deixem comentários sobre o estabelecimento. 

Quando o hotel fazenda atende às expectativas dos clientes, eles irão falar muito bem de você pelo Google, o que melhora sua posição e ainda melhora o seu posicionamento nas páginas desse buscador.

Além dessa opção, uma das maneiras mais eficientes de ser notado pelas pessoas é por meio das redes sociais. 

No próximo tópico nós vamos explicar por que o seu hotel fazenda precisa estar nas redes sociais. Confira.

O uso das redes sociais

Com certeza você conhece pelo menos uma das redes sociais mais usadas no Brasil e no mundo. 

Elas estão aí para que as pessoas interajam entre si e também para que interajam com as marcas. 

Quando uma empresa tem um perfil nas redes sociais, ela se torna mais acessível, conhecida e próxima de seu público-alvo, assim fica fácil divulgar seus serviços.

Antes de criar o perfil, a empresa precisa identificar em qual rede social está o seu público consumidor. 

Uma empresa de transfer executivo, por exemplo, precisa saber onde está o seu público e fazer parte das mesmas redes sociais do que ele. 

No entanto, uma dica válida é optar por redes mais populares, pois elas têm cadastradas pessoas de diferentes perfis de consumo.

Para um hotel fazenda, usar uma rede social é ainda mais fácil, pois possui um público maior. 

Essas redes podem ajudar você a divulgar o site e o blog do seu hotel. Por exemplo, você pode postar um conteúdo que fale sobre coffee break para 100 pessoas, sendo este um tipo de evento muito comum em hotéis.     

As empresas alugam espaços em hotéis para a realização de coffees breaks com palestras e outros eventos corporativos. 

Se você criar um conteúdo sobre isso no seu blog, pode usar as redes sociais para compartilhá-lo e gerar engajamento com seu público. As pessoas irão visualizar, acessar o conteúdo e compartilhar.

Quando isso acontece, seu site ou blog são divulgados, isso aumenta o tráfego, melhora sua posição no ranking do buscador, além disso, fechar vendas fica mais fácil. 

Crie conteúdos dos mais diversos assuntos, como serviços que o seu hotel fazenda pode oferecer como refeição corporativa em eventos, entre outros.

Sabendo usar a internet e o marketing digital, é possível conquistar espaços cada vez maiores no mercado. 

A internet é um meio rápido, prático, seguro e muito eficiente para conquistar mais clientes e fazer do seu hotel fazenda um sucesso. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Encontre um bom hotel fazenda nas redes sociais

Você já reparou como as redes sociais têm influenciado na vida e no comportamento das pessoas? 

Desde que surgiram, essas redes possuem o poder de construir a identidade de uma marca, e o consumidor tem, cada vez mais, recorrido a elas para encontrar o que procuram.

Por causa disso, as empresas precisam se fazer presentes nas redes sociais mais e mais. 

As mídias sociais ajudam a manter o contato entre as empresas e os clientes, e ajudam na busca pelo público-alvo com muito mais facilidade.

Isso acontece com os mais variados perfis de empresas, inclusive hotel fazenda. 

Se você tem um hotel fazenda, saiba que é muito comum que as pessoas encontrem esse tipo de estabelecimento pelas redes sociais, dentre diversos outros serviços e produtos.

Mas você sabe qual é a influência que as redes sociais têm na vida dos consumidores? Saberia dizer como elas colaboram para a divulgação dos negócios?

Neste artigo, nós vamos abordar sobre isso e como as mídias sociais ajudam a divulgar o seu hotel fazenda.

Acompanhe a leitura e não perca mais oportunidades de crescer!

A influência das redes sociais na vida dos consumidores

As pessoas estão cada vez mais conectadas e isso se deve ao fato da grande difusão de aparelhos como os smartphones. 

O avanço da tecnologia e a internet como solução para as mais variadas necessidades fez com que o consumidor mudasse o seu comportamento.

Por meio das redes sociais, os consumidores compartilham suas experiências positivas e negativas com as marcas e conseguem encontrar diversos produtos e serviços. 

Sendo assim, essa realidade impacta diretamente as empresas por meio da forma como os consumidores se relacionam com as marcas.

Por meio das redes sociais, os consumidores conseguem saber informações das empresas como:

  • Seus valores;
  • Suas crenças;
  • Suas relações com causas sociais;
  • Sua visão sobre sustentabilidade.

Para garantir presença e competitividade no mercado, as marcas passaram a precisar se adaptar a essa nova realidade.

É importante que estejam presentes nas redes sociais e participem de discussões que sejam de interesse do público.

As relações comerciais mudaram, por conta disso, não existe mais apenas um lado que vende e outro que compra. 

Os consumidores passaram a ditar a maneira como uma empresa vende e conduz seus negócios e a percepção deles se tornou ainda mais relevante.

Hoje em dia, boa parte dos consumidores segue suas marcas preferidas nas redes sociais e realizam pesquisas nessas páginas antes de fazer uma compra.

Podemos citar como exemplo um consumidor que busque informações sobre locação de gerador de energia nas redes sociais

A partir disso, ele pode encontrar o site de algumas empresas e também os seus perfis.

Nos perfis, eles conseguem visualizar comentários e classificações de outros consumidores em relação aos produtos e serviços oferecidos

Com base no que encontram, eles tomam uma decisão de compra que pode ser positiva ou negativa.

Portanto, os comentários de outros consumidores contam muito na hora de fechar negócio.

O mesmo acontece com um hotel fazenda. Ao se fazer presente nas redes sociais, o hotel terá muitas oportunidades e também desafios frente às novas maneiras de consumo. 

Além disso, o hotel consegue estabelecer uma comunicação aberta e sincera com seus consumidores. 

Portanto, podemos dizer que o comportamento do consumidor está totalmente pautado no engajamento e na comunicação que estabelece com as marcas por meio das redes sociais.

Mais autonomia e empoderamento para os consumidores

As redes sociais deram voz aos consumidores. Por causa disso, eles sentem muito mais à vontade para fazer reclamações e elogios.

Assim como um cliente pode elogiar uma empresa de aluguel de geradores, ele também pode elogiar o seu hotel fazenda nas redes sociais. 

Isso vai despertar a atenção de outros consumidores, que passarão a procurar o seu hotel, por causa dos elogios.

Isso mudou a maneira como as empresas trabalham, a qualidade do produto ou do serviço que oferecem e também o modo como tratam os consumidores. 

Tudo aquilo que não esteja de acordo com o prometido ou demonstre baixa qualidade vai parar nas redes sociais, por isso, as empresas foram levadas a reavaliar o que fazem.

É muito mais comum do que você imagina a realização de pesquisas nas redes sociais antes de comprar um produto ou serviço. 

Uma pessoa que esteja saindo de férias, por exemplo, poderá procurar pela reputação dos serviços que o seu hotel fazenda oferece antes de entrar em contato e fechar negócio.

E isso é válido para todo tipo de produto ou serviço.

Uma pessoa pode procurar uma empresa específica de controle de acesso digital antes de fechar negócio com ela. 

Com base nas leituras dos comentários, essa pessoa decidirá se a empresa oferece um serviço e um atendimento de boa qualidade ou não.

Sendo assim, não basta oferecer algo de boa qualidade, é importante que o atendimento também seja bom.

Podemos concluir que as redes sociais deram muito poder ao consumidor e cabe às empresas se adaptarem às suas exigências. 

Essa nova dinâmica de consumo traz à tona uma necessidade de comunicação e de se adequar, por parte das marcas. 

Por isso, é importante que o seu hotel fazenda esteja presente nas redes sociais. No próximo tópico, vamos falar um pouco mais sobre essa importância. Confira.

A importância da divulgação nas redes sociais

Depois de ler o tópico anterior, você já pode ter uma ideia do por que é importante para uma marca estar presente nas redes sociais. 

As redes sociais mudaram a maneira como as pessoas se comunicam, se comportam e também como consomem.

Quando você cria um perfil para o seu hotel fazenda nas redes sociais, pode estabelecer uma comunicação com seu público-alvo. 

Ou seja, fica mais fácil identificá-lo e estar mais perto dele. 

Desse modo, é mais fácil divulgar todos os serviços que seu hotel ofereça, como locação de espaço comercial.

As redes sociais também são um caminho mais fácil para o acesso a conteúdos que estejam no site do empreendimento. 

Por exemplo, você escreve um conteúdo relevante sobre determinado serviço que seu hotel fazenda ofereça, por exemplo, café da manhã, e usa as redes sociais para divulgar esse conteúdo, fotos do café da manhã etc.

Os clientes que já experimentaram o café da manhã do seu hotel fazenda farão comentários, compartilharão o seu conteúdo, e consequentemente isso aumentará o número de pessoas interessadas no seu serviço. 

É venda na certa. E isso é válido para qualquer tipo de empresa, como aquelas que ofereçam serviços de transfer executivo.

Portanto, não importa qual seja o tipo de empreendimento, o que ele oferece, é importante estar presente nas tenham perfis nessas redes.

As empresas que não estão na internet acabam ficando esquecidas e têm um relacionamento próximo com os consumidores.

Você mesmo pode observar que as grandes marcas estão sempre marcando presença.

A mudança de comportamento na hora de consumir leva os consumidores a consultarem as redes sociais para estar sempre por dentro das novidades e também da reputação de cada marca. 

Por isso, ao criar um perfil nas redes sociais você estará em contato com um público certo, o tipo de consumidor ideal para o seu hotel.

Seu hotel pode divulgar, por exemplo, o espaço para fazer festa disponível.

Em épocas como final de ano e demais datas comemorativas, divulgar esses serviços traz retornos muito positivos, e um dos principais canais é uma rede social.

Além disso, você passa a entender o comportamento do seu público-alvo, suas preferências e uma série de outros fatores que fazem com que seu hotel se ajuste a eles.

Quando você se ajusta a esses fatores, seu hotel passa a vender mais, ou seja, seu lucro aumenta.

É importante lembrar que, apesar de o lucro ser importante, para que o engajamento por meio das redes sociais dê certo é necessário pensar também em um atendimento de qualidade. 

Se uma pessoa procura por chaveiro para abrir porta, ela quer encontrar um profissional que, mais do que resolverá seu problema, prestará um bom atendimento.

E isso acontece com seu hotel também. 

Seu consumidor não quer apenas conforto, refeições deliciosas e preço justo, quer um bom atendimento, cordialidade e respeito às suas necessidades.

Quando uma empresa oferece todos esses benefícios ao consumidor moderno, seu perfil nas redes sociais pode se transformar em uma de suas principais ferramentas de vendas.

Portanto, independentemente do tipo de negócio, desde fábricas de carimbo para empresa até grandes redes de fast-food, todas precisam estar presentes nas redes sociais. 

É um diálogo aberto que favorece o ganha-ganha. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.